Formação

É Natal! Nasceu o Salvador!

Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor! (Sl 95)

Eis que a Coroa do Advento está toda iluminada. Uma luz brilhou para os que viviam nas trevas. Nasceu Jesus! E como o próprio nome diz, nasceu o “Deus Salvador”, Aquele que foi e que é capaz de nos salvar todos os dias.

Nesse sentido, culminamos o nosso Retiro de Advento, neste dia em que as duas liturgias se abraçam, acolhendo o dom de Deus e abrindo mão de todo o poder, assim como fez São Paulo em relação a Filêmon, seu irmão na fé (cf. Fm,8). Paulo, então, já vivia o que proclamara: “Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim”. Cristo abdicou de tudo. Nasceu tão frágil, tão pequeno, de forma tão simples e humilde, envolto em faixas, numa manjedoura e sem as honras de um rei. Sem riqueza alguma, nasceu o Filho de Deus! A Palavra se fez carne e habitou no meio de nós!

Maria é a geradora da Vida das vidas

Jesus é o grande Dom do Pai. Ele é a verdadeira vida. E este dom nos foi dado por Maria, a Virgem de Sião. Foi Ela quem gerou a Vida das vidas e é nela que se cumpre todo o desígnio amoroso do Pai. Maria sempre foi atenta aos detalhes. Sem dúvidas, Ela fez tudo de acordo com o que estava no coração de Deus. A Ela também devemos uma atenção toda especial neste dia. Nossa Senhora foi admirável! Que honra termos uma Mãe tão forte e tão cheia de graças!

Portanto, irmãos, é tempo de acolhermos o Rei, que quis nascer pequeno e pobre, porque sabia do tamanho do nosso coração. É no nosso coração que Ele quer nascer. É na nossa vida que Ele quer brilhar como Luz para todos os povos.

Vinde e adoremos!

Jesus está na humilde gruta de Belém. Nela não há portas nem janelas, todos podem a ela se achegar e adorar Aquele que quer dar vida. Já não existe mais a sombra da morte, pois Cristo a iluminou com Sua luz admirável. Ele veio para fazer crescer a alegria e aumentar a felicidade (cf. Is 9,2). Ele se entregou por nós, para nos resgatar de toda maldade e purificar para si um povo que lhe pertença e que se dedique a praticar o bem (cf. Tt 2,14). Assim devemos viver o Natal!

Natal é todos os dias! Natal não é ter medo de acolher Jesus como nosso Deus e Senhor. É não ter medo de adorá-lo em espírito e em verdade. Natal é acolher o bem, é viver o amor! Natal é alegrar-se, pois o Nosso Salvador veio e reina vivo no meio de nós!

“Alegrai-vos e exultai!” (Is 52,9)

Um Feliz e Santo Natal a todos!

 

Geraldo Luan Neves Leorne

Consagrado na Comunidade de Vida Filhos de Sião 

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?