Formação

O amor misericordioso de Deus

Hoje vamos falar sobre a misericórdia de Deus e, para começar, eu queria trazer uma história real de uma passagem bíblica no Evangelho de São João, 8:  A Mulher Adúltera.

É com essa passagem tão bela que nós vamos introduzir esta noite, lembrando desta história e pensando que aquela mulher somos cada um de nós. Santo Agostinho vem dizer: Misericórdia e miséria. É como ele descreve esse encontro de Jesus. E ele não poderia encontrar expressão mais bela para nos fazer compreender o amor misericordioso de Deus quando Ele vem ao encontro do pecador.

Você já passou por essa experiência? De se encontrar diante de Jesus, a miséria e a misericórdia? Quanta piedade e quanta justiça Divina a gente ver nessa história! Tudo se revela na misericórdia de Deus que se encontra com a miséria humana e dá vida e esperança. Aquela mulher nasceu naquele momento! O amor misericordioso do Pai ressuscita o pecador.

Ela fez a experiência de olhar pra Jesus e só ver amor, e quando fazemos essa experiência de olhar pra Jesus e perceber que Ele nos ama infinitamente, apesar de nossos pecados e dos nossos erros, nunca mais saímos de perto dele, porque é o amor de Jesus que nos faz perseverar. E o que me faz estar aqui até hoje é justamente essa

O Senhor será fiel em sua misericórdia até o último dia de nossas vidas. E aquela mulher saiu dali mudada. Aquela que se sentia desprezada agora se sente amada e nunca mais foi a mesma pessoa porque é o amor de Jesus que nos faz livres. Depois de se revestir de misericórdia, aquela mulher saiu dali dominada pelo amor. E sabendo que não resistiríamos sem sua misericórdia, o Senhor a derrama sobre nós com toda sua profundidade.

O perdão é o sinal mais visível do amor do Pai e a alegria do perdão é indescritível. Não há nada que descreva uma pessoa que está angustiada, amargurada pela dor do pecado quando ela se sente perdoada. É uma alegria que eleva a alma.

Não há nada que um pecador arrependido coloque diante de Deus que fique sem receber seu abraço de perdão e misericórdia. Porque Jesus morreu por amor a nós, nossa alma foi comprada a preço de sangue! Então se você pecou, clame a misericórdia de Deus, não fique mergulhado no seu pecado, não mergulhe na sua dor. Deus está a nossa disposição!

O efeito da misericórdia de Deus, do seu perdão é a liberdade e a felicidade.

Aquele que sorri é porque se sente amado, se sente perdoado, porque confia na misericórdia de Deus.

A misericórdia é a face de Deus, é o coração de Deus! Quem quiser conhecer a face de Deus conheça a misericórdia.

Como abandonar Jesus? Como virar as costas para uma pessoa que só quer me amar, me proteger e está disposto a se doar por completo por mim?

Como Deus é paciente conosco! Sua grandeza e poder se desdobra em nos amar. Seu amor é aquele que dá o primeiro passo e que não espera nada em troca, é gratuito.

“Quem desespera despreza minha misericórdia e julga que seu pecado é maior que a minha bondade. […] Minha misericórdia é maior que qualquer pecado que o homem possa cometer” (Jesus à Santa Catarina de Sena). 

Jesus nos deixou a Igreja e os sacramentos para buscarmos o seu perdão e sua misericórdia que nunca nos faltam.

Trago ainda para nós hoje a comparação de Judas e São Pedro. Ambos negaram Jesus, porém, Pedro confiou na misericórdia de Deus enquanto Judas desesperou-se e perdeu a vida.

Nos coloquemos diante desse Deus que não se conforma em morrer numa cruz e nos dar a salvação, Ele deixa para nós um sustento, um remédio: se aniquila e se faz Pão e Vinho, e no Pão e Vinho está o excesso da misericórdia de Deus. Desse Jesus que até hoje se encontra no Sacrário, prisioneiro oculto de amor e por amor, para nosso sustento.

Não há problema que não possa ser resolvido diante do Senhor e da sua misericórdia.

    “Ó SANGUE E ÁGUA QUE JORRASTE DO CORAÇÃO DE JESUS COMO FONTE DE MISERICÓRDIA PARA NÓS, EU CONFIO EM VÓS!”

 

Francisca Gláucia da Rocha Sousa
Consagrada na Comunidade de Aliança Filhos de Sião
Membra do Conselho Geral da Comunidade

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?