Formação

Retiro Quaresmal 2024 – Quarta Semana: Pai meu, eu não te compreendo mais, mas confio em ti

Na adoração à santa vontade do Pai

 

É o Espírito Santo que nos faz permanecer neste caminho. Um caminho espiritual e humano que vai nos fazendo entender a ação de Deus em nós e a nossa liberdade de deixar Deus realizar Sua Santa Vontade. Diante da cruz, e como discípulo amado, na companhia de Maria nossa Mãe, vamos nos tornando adoradores da Santa Vontade de Deus.

Em nossa vida, sobrevém uma hora em que se faz necessária uma fé e uma esperança semelhante às de Maria. É quando Deus parece não mais escutar as nossas orações, quando se diria que desmente a si mesmo e suas promessas, quando nos faz passar de fracasso em fracasso, quando nos envolve na sua própria derrota e os poderes das trevas parecem triunfar em todas as frentes; quando, como se diz um salmo, ele parece “ter encerrado o seu coração na ira e ter esquecido a misericórdia” (Sl 76,10). Quando essa hora sobrevier, lembra-te da fé de Maria e exclama: “Pai meu, eu não te compreendo mais, mas confio em ti”.

Talvez, precisamente agora, Deus esteja pedindo que sacrifique seu Isaac, como Abraão fez, isto é, a pessoa, ou a coisa ou o projeto, ou o ofício que lhe é caro, que um dia lhe foi confiado pelo próprio Deus e pelo qual labutou a vida inteira. Esta é a ocasião que Deus nos proporciona para mostrar-nos que Ele é mais caro que tudo isso, até mesmo que seus dons, que o trabalho que por Ele empreendestes.

É tempo favorável, meus irmãos, para deixarmos ainda mais o olhar de Jesus cruzar com o nosso olhar e dentro de nós poder falar ao mais íntimo o que Ele quer. É hora de termos a coragem que o chamado tem por si mesmo e acreditar que Deus é que tem o controle de nossas vidas. É tempo de experimentarmos o novo, deixando o Senhor transformar nossa vida numa oferta agradável a Ele e ao Carisma. É tempo de oferta, sem reservas. Oferta extrema como o Senhor pediu a Maria, mas que encheu seu coração de esperança, porque o essencial é adorar a Santa Vontade de Deus. Por isso, renda-se à Vontade de Deus. Deixe Deus falar e abra os olhos para ver um novo tempo. É tempo de Deus ver o que tem em seu coração. Deus pôs Maria no Calvário para ver o que tinha no seu coração, e neste coração de Maria, divisou intacto e até mais forte do que nunca o “sim” e o “eis-me aqui” dos dias da Anunciação. Que neste tempo o Senhor também encontre o nosso coração preparado para dizer-lhe “sim” e “eis-me aqui!”

Rezemos com nosso SIM. Maria convida as almas generosas a marcarem um encontro para que se unam a ela em adoração à Santa Vontade de Deus.

 

Francisco Adriano Silva
Cofundador e Consagrado na Comunidade de Vida com Promessas Definitivas 

 

Referências:
CATALAMESSA, Raniero. Nós pregamos Cristo Crucificado. Edições Loiola;
CATALAMESSA, Raniero. Pastores e pescadores. Editora Ave-Maria;
Estatutos Filhos de Sião;
Bíblia Ave-Maria.

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?