Formação

Ser jovem Filho de Sião

Carta de Rochelle Rocha Neves Ferreira (in memoriam) aos jovens Filhos de Sião:

Ao observar o comportamento (sem compromisso, sem renuncias, sem zelo) da maioria dos jovens que participam dos grupos de oração atualmente na Comunidade Filhos de Sião, percebo que é bem diferente de alguns anos atrás. Então, fico a me questionar: será a tecnologia avançada e muito acessível que está deixando o jovem descompromissado? Ou, serão os meio de comunicação que insistem em repassar uma cultura liberal, onde tudo me é permitido? Concluo que pode ser, mas não totalmente.

A maior diferença do jovem que busca a Deus hoje nesse Comunidade para os jovens de alguns anos atrás é a oração.

Lembro-me que antes (ou antigamente), para tudo se rezava para saber a vontade de Deus. Hoje (ou atualmente), o que se apresenta primeiramente é “A minha vontade, se a de Deus se encaixar?”.

Antes, havia renuncias. Hoje, existem preferências, posso isso, não posso aquilo…

Antes, havia doação, serviço, entrega a Deus e a sua obra. Hoje, o que ouvimos é “Não tenho tempo, porque…”

Retornando a tecnologia e os meio de comunicação que, de certo modo, representam um só, estou certa de que só serão um obstáculo na nossa vida espiritual dependendo de quem os usa, ou melhor, de como estarão seno usados. E Deus só será o Senhor de nossas vidas se nós quisermos que Ele seja.

Então, jovem! Joelho no chão! Se de fato, a sua vontade é ser Filho de Sião, seguir a Cristo, tem que rezar. E na oração, Deus te conduzirá em tudo que você planeja, faz e pensa.

Do contrário, você sempre será um cristão morno, e o morno Deus não aceita. Final da história: não serás feliz nem aqui, nem na eternidade.

Tudo é questão de escolha!

Que a Virgem de Sião interceda por você.

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?