Notícias

Por um desígnio de Deus ela nos precede no céu – Rochelle Neves

“Então, jovem! Joelho no chão! Se, de fato, a sua vontade é ser um Filho de Sião, seguir a Cristo, tem que rezar! É na oração que Deus lhe conduzirá em tudo que você planeja, faz e pensa.”

                                                                                                         Rochelle Rocha Neves Ferreira

Falar da Rochelle é uma grande honra. Ela que era uma irmã, uma consagrada que até hoje faz grande falta. Ela que abriu nossa maior casa de missão: o Céu, que é o fim último de nossa Vocação.

O primeiro contato direto que tive com Rochelle foi como aluno e professora. E que exemplo de professora! Rochelle era consagrada na Comunidade de Aliança Filhos de Sião, casada e mãe de três filhos. Como professora, tinha um trabalho muito difícil de educar os alunos, mas ela sabia como lidar com tudo isso de uma forma leve e,  sobretudo, disseminando o Carisma Sião por onde passava. Sua aula não iniciava sem primeiro ter uma oração de agradecimento a Deus. Lembro muito bem de seu aparelho de som que levava para a sala de aula e colocava músicas católicas para ouvirmos enquanto fazíamos as atividades. Ela dizia que era para nos acalmar. Rochelle usava de vários meios. O mais simples possível para que a evangelização acontecesse era que a sua vida de oração não fosse apenas aos momentos dentro da Comunidade, mas em todo o seu dia.

Como admirava a sua vida, a sua oferta, o seu zelo pela Vocação. Os nossos Estatutos vão dizer que: “O nosso amor a Jesus Cristo precisa ser a resposta para esse mundo que baniu Deus de suas vidas”, e como nossa irmã viveu bem esse apelo de Deus. Sua alegria comunicava Cristo, sua decisão pela vontade de Deus atingiu muitos corações.

Passei muito tempo me perguntando o porquê que Deus a levou do nosso meio tão cedo. Não tive muito tempo com ela para aprender muito mais, porém me considero um fruto de sua vida ofertada à Igreja e à Comunidade. Lembro-me muito bem do dia em que ela nos deixou, naquele dia tive a graça de poder conversar com ela, pude abraçá-la. Era um sábado comum, dia nove de novembro de 2013, sem nada de tão extraordinário. Eu estava limpando a Lanchonete Providência Divina quando ouvi de uma irmã da comunidade que a Rochelle tinha sofrido um acidente e parecia que estava em coma. Meu Deus! Que choque que levei, não conseguia me mexer, não conseguia acreditar naquela notícia terrível.

Rochelle é minha intercessora no céu, uma amiga e irmã que me acompanha, que ainda hoje me faz chorar ao lembrar-me dela, que me faz sorrir e louvar a Deus por sua vida e por ter sido agraciado de conviver com essa pessoa tão incrível, ela que trilha comigo meu caminho vocacional. Como é bom todos os dias ter a graça de vê-la ao acordar no meu criado-mudo, de visitá-la no seu memorial na Igreja Virgem de Sião, de lembrar-me de você ao olhar para o tamanho que a Comunidade está e saber que você sonhou junto conosco.

Obrigado por sua vida ter sido e ser ainda hoje um sinal de Deus para nós filhos e filhas desta vocação.

Somos Sião, somos felizes.

 

Marcos Henrique Sousa Vasconcelos
Postulante da Comunidade de Vida Filhos de Sião

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?