Notícias

Retiro de Liderança: Como São Francisco, quero: acordar os corações adormecidos e inflamar os corações indiferentes

Como São Francisco, quero: acordar os corações adormecidos e inflamar os corações indiferentes. (Tema para o ano de 2022)

Com grande entusiasmo e com grande júbilo as lideranças da Comunidade Filhos de Sião se reuniram para rezar, traçar e guiar os passos da Comunidade para o ano de 2022. O retiro transcorreu com temas específicos para o bom andamento da Obra Filhos de Sião nas três missões: Marco, Acaraú e Bela Cruz, onde estiveram presentes as lideranças de todas as missões.

O tema do ano nos sugere um despertar, um grande acordar para que como São Francisco inflamemos os nossos corações, os dos nossos irmãos e o dos irmãos que Deus nos enviará ao longo desta caminhada.

Nossa fundadora, Vander Lúcia nos disse que somos escolhidos para realizar grandes coisas, e que precisamos nos sentir assim, um escolhido para uma grande missão e confiante desta escolha que Deus fez por nós.

Acorda Filhos de Sião!! O tempo exige que despertemos! A hora exige decisão e o tempo não para. Eu preciso despertar porque eu fui conquistado por Jesus Cristo.

Nossa fundadora, Vander Lúcia nos disse ainda que é hora de começar a fazer alguma coisa por Deus e citando São Francisco: “porque até agora, pouco ou nada fizemos ainda”. E como começar a fazer alguma coisa? Acolhendo ao grito: Desperta!!! Com decisão, propósito, alegria e vontade de acordar.

O retiro foi um grande despertar de fato, e outro grande ponto desse retiro foi a apresentação oficial do novo Conselho da Comunidade Filhos de Sião, hoje assim composto: Vander Lúcia Menezes – Fundadora, Francisco Adriano Silva – Co-fundador, Glaúcia Rocha – Conselheira, Francisca Rejane Rios – Conselheira e Marília Ívina Mendes – Conselheira.

Despertar com o auxilio de Deus, significa tomar firme decisão de romper com todas as indecisões! Desperta!!

Que em 2022 possamos “acordar” e sentir ressoar no nosso coração as palavras de um grande convertido do nosso tempo, o poeta e dramaturgo Paul Claudel:

Deus meu, ressuscitei e ainda estou com você! Dormia e estava deitado como um morto na noite. Deus olhou para mim e disse: “Seja feita a luz” e eu despertei como se dá um grito! […] Meu Pai, que me gerou antes da aurora, coloco-me na tua presença. O meu coração está livre e a minha boca está limpa, o corpo e o espírito estão de jejum. Sou absolvido de todos os meus pecados que confessei um por um. O anel das núpcias está no meu dedo e o meu rosto não está mais manchado, está limpo. Sou como um ser inocente na graça que tu me concedeste com a tua ressurreição”

O Senhor te abençoe de Sião!

 

Da redação, Fellipe Osterno – Comunidade Filhos de Sião

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?