Formação

Batismo no Espírito Santo – Efusão

A Efusão do Espírito Santo é o momento ápice do SVES. O momento mais esperado dos que passaram por uma rede do amor de Deus.

Quem recebe o Batismo no Espírito Santo faz uma experiência com Deus. E essa necessidade de sermos batizados no Espírito vai até atingirmos a santidade!

“O Espírito Santo é uma necessidade para a nossa vida.” Ele é um bem vital, nós precisamos dele para bem trilharmos os caminhos das nossas vidas.

Mas o que é o batismo no Espírito Santo?

Para muitos de nós, essa Palavra já está na ponta da língua, é quase que um hino! Temos de permitir que o Espírito faça a obra d’Ele em nós!

Segundo Vinícius Simões, presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL, em sua obra “Eu vos constituí sentinelas da Casa de Israel”, o batismo no Espírito pode ser entendido a partir de “uma experiência transformadora de vida com o Amor de Deus derramado no coração da pessoa pelo Espírito Santo, recebido através da submissão ao senhorio de Jesus Cristo. Ele atualiza o batismo e o crisma sacramentais, aprofunda a comunhão com Deus e com os outros cristãos, reaviva o fervor evangelístico e equipa as pessoas com carismas para o serviço e a missão”.

O batismo no Espírito ajuda a ser “fervorosos no Espírito” (Rm 12,11), isto é, a entrar no estado em que se realizam as ações a serviço de Deus “com solicitude constância e com alegria (São Basílio define assim o fervor espiritual).”

Esse batismo no Espírito Santo serve para quê?

Nele se concretiza a plenitude de Deus em nós, pois o Espírito age de forma concreta. Nós podemos ser plenos do Espírito de Deus! Pleno na Bíblia quer dizer cheio! Cheio de Deus.

Ele potencializa a graça que nós já recebemos no batismo e na crisma, mas é preciso um ato de entrega totalmente a Jesus Cristo como o Senhor e Salvador de nossas vidas. Fazer dEle o verdadeiro centro de nossas vidas, sem ditar o que Jesus pode ou não fazer. Este ato de rendição a Jesus, possibilita que a graça que nós já recebemos ser renovados em nós.

Precisamos rezar por um contínuo derramar do Espírito Santo, porque há desafios que nós enfrentamos em nosso tempo, que são realmente novos (todo dia acontece algo que precisamos de respostas). Novas oportunidades, novos desafios, novos obstáculos, novas batalhas e que temos que lutar.

Por isso precisamos de uma nova unção do Espírito Santo para encararmos os desafios de hoje.

O Espírito Santo só vem onde Ele é amado, invocado e desejado.

Conduzidos por Atos dos Apóstolos 1, 1-8. 

Quando Jesus se apresentou vivo aos apóstolos lhes falava sobre o Reino de Deus e esse mesmo Reino de Deus vem a ser o motivo da pregação dos apóstolos. Jesus já anunciava a eles o Pentecostes, em poucos dias inauguraria um novo tempo através da efusão do Espírito Santo, para que os apóstolos conseguissem dar continuidade a missão.

O que o Espírito Santo nos dará é uma força! Antes de tudo o Espírito Santo é poder! Um poder enviado de Deus por Jesus para que a difusão da boa nova pudesse acontecer, para que os apóstolos pudessem ser testemunhas do Cristo ressuscitado.

Entende-se que a missão dos apóstolos se estendeu até os confins da terra. E nós somos os apóstolos dos tempos atuais, precisamos testemunhar Jesus ressuscitado até os confins de toda terra. E para isso só conseguiremos a partir da força do Espírito Santo.

Essa é a promessa de Deus para nós: força para ser testemunhas. Foi essa graça que o Espírito Santo concedeu àqueles apóstolos. Eles eram homens fracos, cheios de medo, mas o Espírito Santo realizou uma obra de transformação naqueles homens e eles passaram a ser testemunhas corajosas do Evangelho.

E essa graça foi derramada num local chamado Cenáculo. Esse lugar existente até hoje em Jerusalém, segundo o antigo historiador Flávio Josefo, foi o único edifício que permaneceu de pé após a destruição de Jerusalém. Mas veja: o local onde o Espírito Santo foi derramado sobre a Igreja, o Cenáculo permaneceu de pé!

E hoje nós estamos aqui para ficarmos de pé, estamos em cenáculo. E iremos sair de pé dessa capela, desse cenáculo, cheios do Espírito Santo para também termos a coragem de testemunhar Jesus Cristo.

Só existe derramamento do Espírito Santo se estiver Nossa Senhora:

Veja o que está escrito em Atos 1, 14: “Todos eles perseveravam unanimemente na oração, juntamente com as mulheres, entre elas Maria, mãe de Jesus, e os irmãos dele.”

Em nenhum lugar da Bíblia está escrito que Maria teve outros filhos. Por isso, quando aqui está escrito “irmãos” de Jesus, não se tratam de filhos de Maria. A Palavra de Deus faz essa distinção. O que precisamos compreender é que o lugar dos irmãos de Jesus é no Cenáculo com Maria. Se você quer experimentar um verdadeiro Batismo na sua vida, você precisa aproximar-se de Maria, pois sem ela não há um verdadeiro Batismo, mas somente um “fogo de palha”.

“O tambor faz muito barulho, mas é vazio por dentro.” Assim somos nós sem o Espírito Santo…

 

Fellipe Rios Osterno
Consagrado na Comunidade de Aliança Filhos de Sião

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?