Formação

Cenáculo Filhos de Sião: Já é hora de despertar do sono

Estamos preparados para esse tempo que se aproxima??

Alguém sabe o significado da palavra advento?

A nossa Igreja é uma grande graça. Quanta sabedoria de Deus em cada tempo. Advento é esse tempo, esse mistério da espera. Consegue viver o mistério da espera uma mãe que gera uma vida, ela consegue entender esse grande mistério, bem como o pai que vive essa espera, essa expectativa.

Nós temos que nos preparar também assim como uma mãe que espera um filho, temos que nos preparar para a vinda de Jesus. Embora tenhamos uma experiencia com Jesus crucificado, para mim a maior experiencia que tenho com Jesus é o natal. Nesse tempo de espera muitos personagens são lembrados nesse tempo, como Isaias, João Batista, (o ultimo dos profetas), aquele que pregou a encarnação, e que é o modelo dos consagrados a Deus no mundo de hoje. João Batista foi chamado a ser profeta do Reino, como consagrados também somos chamados a ser profecia do reino de Deus, somos chamados a ser essas vozes no deserto, nos corações vazios, a começar  com os da nossa casa, da nossa rua, do nosso trabalho…somos chamados como João Batista  a ser esse caminho que sinaliza para o Senhor, que aponta para Deus. Mas será que as pessoas veem em mim essa seta que aponta para Deus? João também nos ensina a ser pequeno, para que Cristo cresça e eu diminua.

Outra personagem do advento é Maria, aquela que deu seu sim para manifestar Deus no mundo, renunciando seus planos pessoais para fazer a vontade de Deus. Temos coragem de também renunciar nossos planos para fazer a vontade de Deus? Maria é esse exemplo de Cristo para o mundo!! Sejamos também exemplo para o mundo.

Um outro personagem do advento é São José. Aquele que esperou o menino que viria, aquele aceitou a missão de ser pai de Jesus.

Mas essa noite trago para nós as palavras do nosso cofundador Adriano Silva sobre o advento:

Para isso reflitamos Rom 13, 11-13. Palavra maravilhosa para meditarmos nesse tempo do advento. Convido você também a meditar em suas reuniões essa palavra. A palavra faz um alerta sobre esses dias difíceis, por isso sejamos vigilantes. Precisamos rezar com ardor, com o Espírito Santo. Como está nosso coração? está endurecido, petrificado? Como ele está?  Estamos com o coração duro, resistentes ao Senhor e a sua santa vontade? Basta você perceber como seu coração está. Deixemos ao longo dessas semanas que nosso coração seja como o barro nas mãos do Senhor, nas mãos do oleiro, para que Ele trabalhe em nós com misericórdia e nos transforme na mais perfeita obra da criação. Deixe que nesse tempo o Senhor faça com você o que Ele quiser. Seja barro nas mãos do Senhor!

Mas qual a melhor olaria para deixar Deus transformar esse coração de pedra em um coração de carne?

A cada semana desse tempo somos motivados de maneiras diferentes. Em nossas células, grupos também devemos viver essas motivações. Vejamos então, como cada Filho de Sião deve viver esse tempo:

Na primeira semana do advento a Igreja nos pede que vivamos uma constante vigilância à espera do Senhor. Reflita Rom 13, 11 “já e hora de despertar do sono”… é hora de acordar do sono. Muitos estão dormindo na fé. Nessa primeira semana vamos fazer memórias das nossas experiencias marcantes com o Senhor, tanto na oração comunitária como nas nossas partilhas. Façamos uma reflexão sobre quais os feitos de Deus em minha vida? Fale, partilhe, grave um vídeo, um áudio contando sobre suas experiências com o Senhor!

Na segunda semana do advento a Igreja celebra a espera da segunda vinda do Senhor, a Parusia, somos chamados a fazer penitência, preparar os caminhos do Senhor. Meditaremos sobre a pressa da conversão, pois a noite vai adiantada.  Reflitamos sobre qual tem sido nosso esforço para que a conversão diária aconteça na nossa vida. Como temos vivido esse tripé? Então na oração, na partilha dessa semana meditemos na nossa conversão. Ela precisa ser logo, pois Deus tem pressa na nossa conversão. Lucinha é para nós esse modelo de pressa na conversão.

Na terceira semana a Igreja nos chama a meditar a primeira vinda de Jesus. Nos faz lembrar do sim de Maria. Nessa semana vamos meditar nas trevas e naquilo que ainda me sufoca, ainda me prende, o que ainda é treva em mim. Quais as armas da luz que eu preciso usar e me revestir para me libertar dessas trevas? Rom 13, 12. Nos questionemos em nossas reuniões e orações: somos da noite ou do dia? Somos das trevas ou da luz?

Na quarta semana já estamos próximos do natal do Senhor, iremos meditar Rom 13,13 comportemo-nos honestamente como em pleno dia… nessa semana somos chamados a testemunhar. Preciso dar testemunhar entre meus amigos, no meu trabalho, na minha família. Levar nossas reuniões a isso. Que testemunho eu ofereço a Igreja e a comunidade hoje? Nós somos filhos do dia ou filhos da noite? Somos filhos das trevas ou da luz? Ninguém quer ser filho das trevas ou da noite. Então eu preciso me comportar como em pleno dia, onde quer que eu esteja, ser filha/filho do dia.

Irmãos o exercício é muito importante em nossas vidas, portanto é muito importante exercitar.

E como iremos ornar nossas casas nesse tempo?

As nossas casas serão ornadas com os seguintes símbolos do advento:

  • As velas (que serão acesas a cada semana do advento);
  • A coroa do advento;
  • O tecido roxo dentro de um cenário de várias pedras, de vários tamanhos (representando nosso coração de pedra)
  • E no meio das pedras, a argila (para entendermos que somos barro nas mãos do Senhor). Lembrando que o Senhor deseja nesse tempo nos despertar do sono.

Que o senhor nos ajude a vivermos uma linda preparação para o Natal, e que nossa caminhada seja enriquecida e animada por esse grande retiro espiritual.

 

Francisca Gláucia da Rocha Sousa
Consagrada na Comunidade de Aliança Filhos de Sião
Membra do Conselho Geral da Comunidade

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?