VOCACIONAL FILHOS DE SIÃO

Vocacional à Distância: Sou Filha de Sião, sou plenamente feliz!

Oi, eu me chamo Lívia. Sou natural da Baixa das Carnaúbas, no interior da cidade de Marco/CE. Tenho 18 anos, sou consagrada a Jesus Cristo pelas mãos da Virgem Maria e estudante. Sirvo a Igreja desde criança na Capela da minha comunidade e, com minhas infidelidades, desagradei a Deus em muitas formas, mas há poucos anos algo mudou. Em setembro de 2021, participei de um momento de adoração que me marcou muito, onde me permiti ouvir a voz de Deus que me chamava pelo nome e dizia que eu era especial, embora nem eu mesma achasse. Nessa época, embora morando em Marco, não conhecia a Comunidade Católica Filhos de Sião, visto que nunca haviam feito missão onde minha família reside e não se ouvia falar dela na minha localidade.

Em 2021, quando comecei a frequentar mais retiros, vigílias, louvores, entre outros eventos da RCC, vi um post no Instagram da Paróquia de São Manuel, onde dizia que naquele mesmo ano, no fim de outubro, aconteceria o DNJ (Dia Nacional da Juventude), um evento da Diocese. Me interessei e convidei meus amigos para irmos. Organizamos tudo e sempre mantínhamos contato com os organizadores do evento para não perdermos. O dia chegou e foi um momento inesquecível, em especial o momento de louvor dos Filhos de Sião. Eu, amante de músicas, notas, poesias e danças, não podia deixar de notar e de me encantar com o Ministério de Música da Comunidade. Me apaixonei logo de cara. Depois disso, busquei conhecer mais sobre a Comunidade, sobre o Carisma, a Vocação, os fundadores, os membros… Toda informação que eu pudesse adquirir. E cada vez mais me encantava. Cheguei à conclusão de que eu queria ser Filha de Sião. Logo veio o questionamento: “Será que é o momento certo?” Tantas são as vezes que perdemos oportunidades únicas por receio de não ser o certo, em casos como esse, só ouça seu coração e faça.

“Eis-me aqui”, embora tudo apontasse para eu desistir, eu venci.

Um ano se passou, já era 2023. E em decorrência de toda desestabilidade emocional que vivi em 2022, me preparava para uma das minhas maiores batalhas acadêmicas, meu último ano do Ensino Médio. Então, chegou o Enchei-vos, era ano jubilar para a Comunidade e senti que o chamado para participar era diferente. E que momento foi aquele? Tão cheio de cor, vida e alegria, havia escolhido o lugar certo para passar o Carnaval. Foi emoção e alegria em nível extremo. Cada dia mais eu me apaixonava por este Carisma. Então, após ver a opção de Vocacional à Distância, decidi me inscrever e até convidei outras pessoas para participarem. É uma tristeza não vê-las concluindo o ano vocacional comigo. Esse foi um dos maiores desafios que já enfrentei, foi cansativo gerenciar o meu vocacional com minha vida acadêmica extremamente ativa, mas não me arrependo. O Senhor queria que eu fizesse o vocacional nesse ano, então eu o fiz. Entendi que minha vontade e desejo de desistir não deveriam ser maiores que os planos de Deus para mim, haja vista que vontade de desistir não faltou e gente pra desmotivar também não. Admito ser uma experiência única, onde poucos perseveram, porque é árduo e sem a força e a graça de Deus é impossível prosseguir. Mas “Eis-me aqui”, embora tudo apontasse para eu desistir, eu venci. Na Comunidade Católica Missionária Mariana Filhos de Sião, essa mesma, sem tirar ou botar letra, nela eu encontrei algo que não havia encontrado fora: um lar, onde eu pudesse amar, louvar e adorar o Amor que não é amado. Onde eu entenderia que para todo problema há uma solução. Não há nada que me deixe mais feliz do que olhar para trás e ver que escolhi a melhor parte, que entrei no caminho certo, e que hoje faço parte daqueles que aplainam o caminho para o Senhor. Se você tem força e coragem para correr atrás, só lhe digo uma coisa: “A vista daqui é a mais linda.”

Sou Postulante da Comunidade de Aliança! Sou Filha de Sião, sou plenamente feliz!

 

Conheça nossos autores

Abrir bate-papo
Olá
Podemos ajudá-lo?